segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Diário de Campanha (27 de Agosto)

Último dia da campanha de 2010, mas não o fim dos trabalhos, uma vez que os próximos meses serão dedicados ao estudo dos materiais, à elaboração dos relatórios e à preparação dos artigos que serão apresentados em congressos e revistas da especialidade, para além de outras iniciativas de que aqui daremos conta oportunamente.

Durante a manhã finalizaram-se os registos de campo de forma a proceder-se à selagem de todas as áreas escavadas. Esta tarefa é indispensável para garantir o bom estado de preservação das estruturas e níveis arqueológicos até à próxima campanha.

Em breve faremos um resumo dos principais resultados obtidos durante estes 21 dias de escavação.

Resta-nos agradecer aos participantes da 2ª quinzena (alguns são repetentes da 1ª), Valdemar, Chico, Vera, Ana Tavares, Ana Bica, Sofia, Diana, Luís, Catarina (com desejos de rápidas melhoras), Michele (que apesar de estar só de passagem, ainda arranjou forma de ficar a ajudar alguns dias), o nosso muito obrigado.

Não podemos também deixar de agradecer às mais de 50 pessoas que nos visitaram durante todo o mês, fossem eles meros curiosos de passagem, amigos ou colegas de trabalho e sobretudo a população de Mombeja, que mais uma vez acompanhou com sincero entusiasmo os trabalhos daquele estranho grupo de gente que teima em “cavar à soalheira à procura de casquelhos velhos”.




4 comentários:

Patrícia Bruno disse...

boa, parabéns!
aguardo, com interesse, os resultados.
bom descanso.

Késisábadópêchi? disse...

A minha mensagem é também de apoio.
Continuem esse trabalho, tão valioso e por tantas vezes incompreendido.
Um conselho para o ano que vem? Arranjem alguém de turismo para receber os visitantes, assim o escasso tempo que têm para escavar, é melhor aproveitado.
Parabéns ao estranho grupo de gente “de colete, óculos e barbas” que, em vez de tarem dormindo a folga, andam cavando além no cerro.

Miguel Serra disse...

Obrigado pela mensagem de apoio. A ideia de colocar alguem de turismo a receber os visitantes valeria a pena se o número de pessoas que visitam os trabalhos o justificasse, o que para agora ainda não se verifica. As condições para tal poderiam ser criadas com uma divulgação mais aguerrida e com a melhoria dos acessos ao sítio (que fica em terreno privado, pelo que pode ser difícil de concretizar), mas poderá sempre haver essa hipótese com o avançar do projecto. Para já não nos importamos de ser nós a fazê-lo, uma vez que o contacto directo com os visitantes é indispensável para a divulgação que pretendemos fazer e para dar a conhecer a realidade do nosso trabalho.
Para terminar queria só dizer que estamos sempre abertos a sugestões interessantes como a que fez, de modo a melhorarmos o nosso contacto com o público.

hum...bi(li)ca(l) disse...

Pois com o fim da campanha deste ano pude finalmente ter internet para cuscar o blogue destes dias.

Quero deixar uns abraços à população de Mombeja que nos recebe sempre tão bem já há 3 anos e a todos os que escavaram nesta segunda campanha deste agosto, Migas e Woody, Valdemar, Chico, Luís, Ana, Vera, Sofia, Diana e Micha... até muito breve.

Agora será tempo de pensar no blogue Mistério (eheheh) e de estudar os materiais (pois, afinal ninguém me encontrou o "Trem de Cozinha" com ornatos brunidos, que eu tanto pedi :P mas vá, com 3 fragmentos para estudo... já não choro tanto eheheh)

Beijos a todos e até mui breve