sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Jornadas Europeias do Património 2012

 
O Projecto Outeiro do Circo estará presente nas comemorações das Jornadas Europeias do Património 2012 com a inauguração de uma exposição no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano (Beja) no dia 28 de Setembro. Esta iniciativa será precedida de uma conferência sobre a Idade do Bronze Final na região de Beja proferida pela Professora Raquel Vilaça.
 
Programa geral das Jornadas Europeias do Património:
 
Nota: as horas indicadas no programa para a conferência e inauguração da exposição estão incorrectas. O programa definitivo, bem como o cartaz de divulgação serão anunciados brevemente.

sábado, 8 de setembro de 2012

VI Encuentro de Arqueología del Suroeste Peninsular


O Projeto Outeiro do Circo estará presente no VI Encuentro de Arqueología del Suroeste Peninsular a realizar nos próximos dias 4 a 6 de Outubro na localidade de Villafranca de los Barros (Badajoz), com a seguinte comunicação:

Atrás dos gestos: as cerâmicas decoradas do Outeiro do Circo (Mombeja, Beja, Portugal) e o ênfase nas decorações brunidas.
Ana Osório[1], Sofia Silva[2], Diana Fernandes[3]

Geralmente, as cerâmicas decoradas representam uma percentagem pequena dos conjuntos exumados em escavação. As especificidades decorativas acrescentam porém aos materiais uma dimensão estética que se soma ou ultrapassa a da forma (ou assim lha somamos nós, arqueólogos) resultando num outro nível de tipificação e distinção dos sub-conjuntos durante a classificação. Disto resulta que, juntamente com algumas formas específicas é sobre os fragmentos decorados que recai frequentemente o ónus da discussão sobre trocas, influências e contactos entre regiões contíguas e/ou distantes.

Desde o reconhecimento da ocupação Proto-histórica do Outeiro do Circo que aí se identificaram cerâmicas com decorações brunidas. Esta identificação permitiu, na altura, enquadrar a ocupação no Bronze Final e relacioná-la com a cultura material do Sudoeste Peninsular. As últimas campanhas de escavações no Outeiro do Circo (2008-2011), focadas na compreensão do sistema defensivo e na muralha deste sítio, revelaram também (entre um conjunto mais vasto de cerâmicas em estudo) mais alguns exemplares decorados por brunimento que, embora escassos, sobressaem quantitativamente do conjunto das cerâmicas decoradas com outras técnicas.

Entretanto, escavações em variados outros sítios do Sudoeste, têm revelado que as decorações brunidas já não podem associar-se apenas ao Bronze Final e surgem também em contextos inequívocos da Idade do Ferro. Por outro lado, a discussão metodológica aponta outras vias de questionamento dos materiais que não apenas a tipificação formal e decorativa dos utensílios, procurando os gestos operatórios e as práticas que podem ser reflexo de diversidades culturais e saber fazer das comunidades, relacionadas ou não com dimensões “étnicas”. Com isto em mente, o trabalho que se segue debruça-se sobre o conjunto de cerâmicas decoradas do Outeiro do Circo no sentido de avaliar as particularidades da sua produção e decoração, comparando-as com as restantes decorações presentes no mesmo sítio; de modo a contribuir para o debate acerca da produção cerâmica e em particular das decorações brunidas no Sudoeste Peninsular.

Palavras chave: Outeiro do Circo; cerâmicas decoradas; decorações brunidas; Bronze Final; Sudoeste.

[1] Projecto Outeiro do Circo. Doutoranda em Arqueologia na Universidade de Coimbra. Investigadora integrada no CEMUC e colaboradora no CEAUCP/CAM. Bolseira da FCT (SFRH / BD / 42397 / 2007). Email: bica_ana@hotmail.com
[2] Projecto Outeiro do Circo. Mestranda em Arqueologia e Território na Universidade de Coimbra. Email: sofiaeiras22@gmail.com.
[3] Projecto Outeiro do Circo. Mestranda em Arqueologia e Território na Universidade de Coimbra. Email: dianaefernandes@gmail.com.